Publicado por: bulimundo | Janeiro 29, 2011

O Homem que Contempla..ou o país “contemplador”…


Vejo que as tempestades vêm aí
pelas árvores que, à medida que os dias se tomam mornos,
batem nas minhas janelas assustadas
e ouço as distâncias dizerem coisas
que não sei suportar sem um amigo,
que não posso amar sem uma irmã.

E a tempestade rodopia, e transforma tudo,
atravessa a floresta e o tempo
e tudo parece sem idade:
a paisagem, como um verso do saltério,
é pujança, ardor, eternidade.

Que pequeno é aquilo contra que lutamos,
como é imenso, o que contra nós luta;
se nos deixássemos, como fazem as coisas,
assaltar assim pela grande tempestade, —
chegaríamos longe e seríamos anónimos.

Triunfamos sobre o que é Pequeno
e o próprio êxito torna-nos pequenos.
Nem o Eterno nem o Extraordinário
serão derrotados por nós.
Este é o anjo que aparecia
aos lutadores do Antigo Testamento:
quando os nervos dos seus adversários
na luta ficavam tensos e como metal,
sentia-os ele debaixo dos seus dedos
como cordas tocando profundas melodias.

Aquele que venceu este anjo
que tantas vezes renunciou à luta.
esse caminha erecto, justificado,
e sai grande daquela dura mão
que, como se o esculpisse, se estreitou à sua volta.
Os triunfos já não o tentam.
O seu crescimento é: ser o profundamente vencido
por algo cada vez maior.

Rainer Maria Rilke


Responses

  1. Uau ! ou Wow ! como preferir.
    Agora contribuiçãozinha… es tut mir leid, aber Ich spreche Deutsch, so darf Ich ?

    Darf Ich ?

    Es kommt von H. Heine, oder Johann Christian Heinrich Heine, und Ihr kannen es lesen oder kaufen die Musik, es gibt Schuman… oder ist es Mendelssohn.

    Warum nicht, mein Herr/Frau/Fräulein ?

    Ganz gut , wahrlich.

    😉

    Allnächtlich im Traume ela dich do ich,
    O freundlich do dich do sehe de Und grüßen,
    Mich do ich do stürz do lautaufweinend de Und
    Zu deinen süßen Füßen.

    Mich de Du siehst um wehmütiglich,
    Blonde Köpfchen dos das do schüttelst de Und;
    Aus deinen Augen schleichen o sich
    Dado Perlentränentröpfchen.

    Wort dos leises do ein do heimlich de Du sagst RIM,
    Den Strauß von Zypressen do gibst RIM de Und.
    Auf do wache de Ich, fort do ist de Strauß do der do und,
    O ich do hab do Wort dos das de Und vergessen.

    O «Atta Troll«>, estória maravilhosex, li em muito novinho, coitado do urso, pode tirar à borliú de aki, e até escolher o ‘formato’:

    http://manybooks.net/titles/heinehei3130531305-8.html


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: