Publicado por: bulimundo | Março 29, 2011

PARA AQUELES QUE AINDA PENSAM EM PROGRESSÕES NA CARREIRA COM A AVALIAÇÃO DA TRETA..ABRAM OS OLHOS..O MAIS CERTO È TEREM REGRESSÕES NA CARREIRA….

LEIAM ESTAS DUAS NOTÍCIAS E DESÇAM À REALIDADE…DEIXEM DE SE ENTRETER COM TOTOAVALIAÇÃO…

1- Standard & Poor`s volta a cortar rating português

29.03.2011 – 14:50 Por Sérgio Aníbal

Cinco dias depois de ter cortado o rating português para BBB, a Standard & Poor`s volta hoje a reduzir a classificação atribuída a Portugal, colocando-a em BBB-, a apenas um passo do nível denominado como “junk”.

<p>Standard & Poor's mantém a tendência negativa para o rating português</p>Standard & Poor’s mantém a tendência negativa para o rating português 

A agência de notação financeira internacional cumpriu a ameaça que tinha feito na semana passada e não perdoou o facto de na cimeira europeia do passado fim-de-semana ter sido acordado um mecanismo de ajuda que faz com que a reestruturação da dívida soberana seja uma “pré-condição potencial” para a entrega de apoio financeiro e que coloca o reembolso da ajuda europeia à frente do reembolso aos investidores.

Ou seja, A S&P está preocupada com o impacto que as novas regras do mecanismo de estabilidade europeu pode ter para os detentores das obrigações de tesouro, caso um país tenha que recorrer à ajuda europeia, como é considerado provável para Portugal. Pelos mesmos motivos, a agência baixou hoje também o rating atribuído à Grécia, para BB-, três níveis abaixo do português.

Mantém-se ainda uma tendência negativa para o rating português, o que significa que este pode voltar a baixar nos próximos meses. “O outlook negativo reflecte a nossa visão de que o ambiente macroeconómico pode enfraquecer-se para além das nossas expectativas actuais e que o impasse político possa ameaçar uma implementação efectiva do programa de ajustamento português, levando a derrapagens não negligenciáveis”, diz o relatório da S&P

2 -Banco de Portugal prevê queda maior na economia este ano

29.03.2011 – 13:00 Por Ana Rita Faria

O Banco de Portugal (BdP) reviu em baixa as suas projecções para a economia portuguesa, apontando para uma recessão de 1,4 por cento, um resultado ligeiramente pior que o da sua última previsão.

<p>O governador do BdP, Carlos Costa, reviu em baixa as previsões para 2011 e 2012</p> O governador do BdP, Carlos Costa, reviu em baixa as previsões para 2011 e 2012 

De acordo com o Boletim Económico de Primavera, que acaba de ser divulgado pela instituição, a economia portuguesa deverá contrair 1,4 por cento este ano. No anterior boletim de Inverno, o BdP apontava para uma recessão de 1,3 por cento.

A instituição deixa ainda um alerta para este ano, dizendo que “persistem riscos de implementação não negligenciáveis”, decorrentes do “grau de consolidação orçamental numa magnitude sem precedente”.

No próximo ano, de acordo com as projecções do banco, a economia portuguesa deverá voltar a entrar em terreno positivo, mas não com tanta força como inicialmente se previa. O BdP também reviu em baixa a sua previsão para 2012, apontando para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,3 por cento, contra os 0,6 por cento previstos no Boletim Económico de Inverno.

No entanto, a instituição deixa, aqui, um novo aviso, ao reconhecer que “o conjunto de medidas adicionais de carácter permanente necessárias para alcançar o objectivo assumido pelas autoridades atinge uma dimensão muito substancial”, o que implicará uma nova contracção significativa da actividade económica, à semelhança do que se prevê este ano. A economia portuguesa arrisca-se, assim, a estar em recessão durante dois anos.

A autoridade monetária destaca que ainda é preciso especificar que medidas serão tomadas em 2012, o que faz com que “os resultados para esse ano devam ser especialmente relativizados”. De acordo com o BdP, “nem o processo de consolidação orçamental, nem o de desalavancagem da económica ficarão concluídos em 2011”.

Consumo privado com melhor performance

Um dos indicadores do PIB que terá um comportamento melhor do que o BdP estava a prever no final do ano passado é o consumo privado. Apesar do impacto que as medidas de austeridade (nomeadamente os cortes salariais na função pública e o aumento do IVA) terão no rendimento disponível das famílias, o consumo privado não deverá cair 2,7 por cento este ano, como o BdP tinha estimado inicialmente, mas sim 1,9 por cento.

Em contrapartida, o consumo público vai apresentar uma performance pior do que se previa, recuando 6,6 por cento em 2011, em vez dos 4,6 estimados inicialmente. Também o investimento apresenta um desempenho melhor, contraindo 5,6 por cento, em vez dos 6,8 inicialmente estimados.

Contudo, apesar de um melhor desempenho do investimento e do consumo privado, o BdP continua a apontar para uma quebra total da procura interna de 3,6 por cento este ano, à custa, sobretudo, da revisão em baixa no consumo público.

Já as exportações deverão apresentar um comportamento ligeiramente melhor, crescendo 6 por cento, em vez dos 5,9 previstos no Boletim de Inverno. As importações seguirão no sentido contrário, caindo menos do que o previsto – 1,6 por cento face a 1,9.

Isso vai fazer com que a balança de bens e serviços atinja um défice de 5,5 por cento do PIB em 2011, enquanto no anterior boletim se previa um défice de 3,9 por cento. O mesmo acontece com a balança corrente e de capital, que deverá registar um défice de 8,9 por cento este ano, face aos 7,1 por cento inicialmente previstos.

SE NO FIM DO ANO AINDA TIVERMOS O 13º MÊS E SEM MAIS CORTES NO ORDENADO JÁ VAMOS COM MUITA SORTE..MAS EU DUVIDO….



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: